A herança de Zago, os boatos e o vento

3

Parte 1 – Herança maldita

Danilo Fernandes, Junio, Danilo Silva, Victor Cuesta e Carlinhos

Charles, Fabinho, Roberson, Pottker e Carlos

Brenner

Bom, este é o provável time do Inter para enfrentar o Figueirense hoje à noite, lá em Floripa.

Ortiz, Uendel, Dourado, D‘Alessandro, Edenílson e Nico ficam de fora. Motivo: estão desgastados. Em junho. Ou seja: o que a gente estava vendo em campo se confirma com estes caras fora dele: nossa preparação física tá abaixo, os caras tão sem pernas e o Guto vai ter que trocar mais este pneu com o carro andando. Obrigado, Zago, por mais esta herança maldita.

Parte 2 – Os boatos

É nessa nchaca que a gente tá que os boatos trouxas começam a surgir. Só ontem vieram com um papinho e que os jogadores não viajaram por causa de salários atrasados. Outro que rolou foi que o D‘Alessandro foi pra cima de um jogador do grupo pedindo mais garra. Gurizada, não caiam nessa. Os salários estão em dia, o grupo está não está rachado – viu as comemorações dos gols contra o Palmeiras? e o resto é papinho de jornalista medíocre que precisa de clicks pra comer o pãozinho com mortadela de todo o dia.

Ou o salário atrasou depois do jogo contra o Palmeiras? Ou o grupo rachou depois do jogo contra o Palmeiras? Não, né?

Parte 3 – O vento

Viu o time que tá escalado pra hoje? Bom, mesmo com todos os desfalques – alguns, porque a essas alturas Uendel e Ortiz não são desfalques, são reforços, temos condição de ganhar do Figueira lá dentro. E já aviso: se perder, o que também pode acontecer, não me venham com a desculpa do vento. Já enchi o saco de perder e empatar lá em Floripa e ter que ouvir a desculpa do vento. Menos, caras. Vocês tão sem moral pra vir com esta desculpinha esfarrapada. Joguem e ganhem. É o mínimo que a gente espera pro jogo de hoje. Até porque precisamos recuperar as duas cagadas feitas contra ABC e Juventude no Beira Rio. Se virem. Vocês criaram o problema. Agora, vocês que resolvam, certo? Estaremos torcendo, como sempre.

 

Te dedico, Colorado!

About author

Soletti

Publicitário, gostaria de ter sido congelado na década de 90. Em 42 anos de vida, viveu dois momentos mágicos: o dia 17 de dezembro de 2006 e o choro convulsivo da filha de 5 anos quando foi ameaçada pelo Papai Noel de ganhar uma camiseta do Grêmio no Natal.

3 comments

  1. André 6 junho, 2017 at 12:03 Responder

    O que faz o tal do Carraveta, que tá lá mamando naquela teta há anos? Não é Coordenador da preparação física?
    Mas, assim que o time bota a língua pra fora (o que tem acontecido sistematicamente nos últimos anos), sempre tira o corpo fora dando justificativas em “off” pros seus amiguinhos na imprensa…

  2. analista 6 junho, 2017 at 17:08 Responder

    Não foram poupados pelo aspecto físico. O técnico (mesmo?) ficou com metade do time para treinar em Porto Alegre!!!! Impressionante!!! Ou é um gênio, ou acha que é, ou é um pateta! Saberemos.

Deixe uma resposta