Desculpa, Brasil. Desculpa, Mundo.

8

Mais uma vez, o inter (sim, eu não tenho coragem de escrever o nome do clube com letra maiúscula), por meio da atual diretoria faz com que a grande maioria, e maioria esmagadora sinta vergonha de tudo o que está sendo falado pelos dirigentes, e vou mais além, até mesmo pelos jogadores no dia de ontem.

Vou começar pelos jogadores, que são funcionários do clube e diferentemente do que disse o Sr. Ibsen, eles representam sim o clube. Quando o clube ganha, ganham todos, e quando se perde, também perdem todos. A atitude dos jogadores em “abrir mão” da última rodada do brasileirão é uma prova concreta de um desespero e desorganização coletiva dentro e fora de campo. Não vou entrar no mérito dos sentimentos dos jogadores, eu também já perdi amigos bem próximos, tios e até um irmão. Ficou a saudade de todos eles e dentro do que é possível, eu os homenageio seja em pensamento ou até mesmo fazendo algo que eles adoravam fazer. Por esse meu pensamento, a homenagem mais linda que os jogadores poderiam e deveriam fazer era jogar a 38ª rodada, pois a bola era a paixão daqueles jogadores da Chape. Joguem pela Chape, mostrem para eles e para os familiares que ficaram que vocês compartilham da mesma paixão, e não importa se vamos ganhar ou perder, se vamos permanecer ou não na Série A, isso é pequeno demais perto da dor que o mundo inteiro compartilha e que está ali, pertinho de nós, em Santa Catarina.

E o que falar do píffero (sim, também com letras minúsculas)? Que grande infelicidade, hein presidente. Que bela oportunidade de ficar calado o senhor perdeu. Aliás, o senhor deveria ter ficado calado desde que assumiu o cargo. Que mediocridade usar a tragédia (espero que o vice-presidente tenha aprendido o significado) da Chape pra se livrar do planejamento feito no clube. O mundo inteiro está tocado pelo que aconteceu, todos sendo solidários e humanos, mas esse espírito não conseguiu romper as paredes da diretoria do que hoje se transformou o inter. Eu tenho pena de ti presidente, teu nome jamais poderia remeter a vitória, pois os grandes vencedores antes de subir no ponto mais alto do pódium foram humildes, foram humanos. O senhor como ser humano é desprezível. Aceite a derrota, presidente. O seu planejamento o futebol foi péssimo, e nós sabemos o motivo, aliás, só não sabe quem não quer. Pare de jogar o clube na latrina. Seja humilde e saia do clube, se desvincule do clube que é do POVO, e o povo não aguenta mais a sua soberba e arrogância.

Passamos a ser o clube mais desprezível do país, um clube oportunista, um clube vergonhoso. É impressionante o que fizeram com o Inter, transformaram um clube com um legado e uma história tão linda em um clube macabro, nojento e podre. Essa imagem construídas pelos senhores em apenas dois anos vai demorar muito para ser desconstruída, mas iremos conseguir pois os senhores não representam em absolutamente nada a torcida apaixonada do Sport Club Internacional. Vocês não são do Inter, vocês estão no Inter e espero que nunca mais voltem.

 

#ForçaChape

About author

Branco

Publicitário, colorado de alma e coração, goiano, goleiro, sofredor e louco incondicional pelo Sport Club Internacional.

8 comments

  1. Marcelo Flamenguista 3 dezembro, 2016 at 10:24 Responder

    A imagem do grande Internacional nunca será manchada. A manifestação da torcida colorada com essa sequência lamentável de episódios só reforça o respeito que merecem. Para todos os que não são torcedores do Inter fica claro que a infelicidade vem da Diretoria, e que lamentavelmente os jogadores se deixaram levar pelo desespero com o possível rebaixamento (que pode inclusive não acontecer dependendo dos resultados dentro do campo).

  2. Rodrigo M Teixeira 3 dezembro, 2016 at 11:16 Responder

    Sou Flamengo. Mas Inter se escreve com maiúsculo sim. O Inter e sua belíssima História vai superar píffero ( também alguns jogadores pífios) e esse hiato de Glórias. O Inter foi construído por Falcão, Carpeggiani & Cia. O Inter é sobretudo sua torcida que protesta como você, de pé, consciente, altivo. O Internacional é Gigante.
    Rodrigo @flamilhoes

  3. João Carlos Costa 3 dezembro, 2016 at 13:20 Responder

    É triste ver um presidente e um dirigente com uma arrogância gigante… Jogadores e diretoria não sabem o que falam… Sou solidário a todos irmão colorados.. Vocês sim com suas lágrimas e sorrisos fazem o S C Internacional… Parabéns todos vocês são seres humanos

  4. gusbrum 3 dezembro, 2016 at 19:36 Responder

    Sou Gremista, e acho que afora a diretoria não tem que se ter vergonha nenhuma de ser colorado. é um time grande, e junto com o Grêmio representa um dos (poucos) grandes polos de futebol com qualidade fora do eixo Rio-SP.
    Cair para a segunda divisão nos anos 80 até seria uma vergonha, mas hoje em dia quando quase todos os clubes grandes ja deram uma passada pela serie B, então não tem vergonha nenhuma. A hora é de re-fazer o time, e olhar para o futuro. O Inter ainda tem muitos e muitos campeonatos pela frente.

Deixe uma resposta