Inter 0 x 1 Corinthians

2

MARCELO LOMBA. Poderia largar o futebol e abrir uma padaria de roscas. Algumas intervenções importantes. Mas hoje, o Corinthians deu uma de off-road 4×4 e passou por cima da Lomba sem problema nenhum. Precisava fazer este trocadilho. NOTA 5

ERNANDO. Botaram o cara lá na lateral direita. Imagine um boneco de posto tentando correr na lateral do campo. Difícil. NOTA 3

PAULÃO. No primeiro tempo, não sabia o que estava fazendo em campo. Salvou algumas bolas no segundo. Segue sendo muito melhor de entrevista do que em campo. NOTA 4

LEANDRO ALMEIDA. Bom, este aí, quem tinha que explicar era o Pelegrini ou o Piffero. Trapalhão, mangolão, lento. A cara dessa diretoria. NOTA 3

ARTUR. No Araribóia e na Lomba do Sabão, eu acho uns 15 laterais melhores do que ele. Não pode vestir nossa camisa. Na boa. NOTA 2

ANSELMO. Não teve tempo de irritar a gente. Machucou-se cedo e vazou. SEM NOTA

FABINHO. Tá lá a herança do Argel e dessa diretoria incompetente. Outro ser irritante que habita o Beira Rio neste ano nojento. NOTA 3

SEIJAS. Decididamente, não é armador de porra nenhuma. O que já demonstra a total falta de conhecimento dessa diretoria. Não é armador. Vamos ver se é jogador de futebol nos próximos jogos. NOTA 3 

VALDIVIA. Foi a lâmpada acesa do primeiro tempo.Prova disso é que apanhou um pouco. Saiu ainda no intervalo. Talvez por cansaço. Ou por cagada do Falcão. NOTA 5

VITINHO. Displicente, desinteressado, peladeiro, preguiçoso. Saiu ainda no intervalo porque parece que a Woods abre mais cedo hoje. Não contribui em nada com o time. Se continuar assim, vai acaba os dias num Oeste ou XV de Jaú. NOTA 1

ARIEL. Imagine um saco de batata no meio da área adversária: o Ariel se movimento um pouco mais. Tenta demais, mas se atrapalha com três coisas básicas: bola, perna esquerda, perna direita. NOTA 4 

JAIR. Este ainda tá em idade de tentar um FIC, um curso técnico, e idiomas ou faculdade do Senac. Não tem o mínimo cacoete de jogador de futebol. Larga, amigão. NOTA 2

NICO LÓPEZ. É de outra turma. Entrou e deu esperança pra torcida. Se não for contaminado com a ruindade geral, pode nos ajudar a escapar da segundona. NOTA 5

SASHA. Amigo, não tá jogando nada na posição dele. Qual seria a chance de ir bem na ala direita. Ali rolou uma invencionice do cacete. NOTA 3

FALCÃO. Inventou demais. Sasha na ala direita foi a grande cagada da tarde. Tá tentando fazer alguma coisa pra gente sair desse merderê. Saída do Valdívia só se justifica por cansaço. Com três jogos, é ainda o menos culpado. Mas tem que cuidar: Inter de hoje foi pior do que o de domingo passado. NOTA 4

 

About author

Soletti

Publicitário, gostaria de ter sido congelado na década de 90. Em 42 anos de vida, viveu dois momentos mágicos: o dia 17 de dezembro de 2006 e o choro convulsivo da filha de 5 anos quando foi ameaçada pelo Papai Noel de ganhar uma camiseta do Grêmio no Natal.

2 comments

  1. Regina 31 julho, 2016 at 20:12 Responder

    Vi injustiça na tua avaliação em relação a dois jogadores: Marcelo Lomba só afastou a bola mal porque o inútil do Fabinho atrasou uma bola entre dois jogadores adversários quanto a Seijas é sim jogador só não é armador, é mais estilo Aranguiz mas sem um pensador no meio campo vai sucumbir.
    Pra terminar: não estou com medo estou sim apavorada!

  2. Cesar 31 julho, 2016 at 21:24 Responder

    Concordo com a Regina!
    Importante preservar alguns que podem jogar alguma coisa na hora de salvar o Inter na hora decisiva. Na minha avaliação temos Dourado, Seijas, Valdívia e Nico, como jogadores que devem ser titulares sempre.
    Depois temos o Vitinho (se tiver a fim) e Ariel que considero útil.
    O grande problema é que não temos defesa e meio campo de armação. Tudo graças a incompetência desta direção.

Deixe uma resposta