Internacional 3X0 Avenida

0

MarceLomba – capitão hoje, limitou-se a bater tiros de meta e procurar a família na arquibancada pra fazer coraçãozinho. No final do segundo tempo, uma defesa pra garantir a foto no jornal. Nota 7.

Dudu – estréia discreta, saiu machucado. Espero que não seja mais um lateral que não sabe cruzar e/ou mais uma pombinha doente. Hoje errou um cruzamento e acertou outro. Nada (de) mais. Nota 5.

Danilo Silva – acha que é Beckenbauer mas é só Danilo Silva mesmo. Fez um golaço de cabeça à la Figueroa, só pra queimar minha língua. Hoje jogou bem. Nota 7.

Thales – mais um defensor oriundo da Escola de Zagueiros Mangolões, instalada no Internacional há uns 5 anos. Dá rosca, é afobado e parece que está sempre brigando com a bola. Pelo menos não perde dividida. Nota 5.

Patrick – de longe parece o Fabrício Doido gordo, com aquelas meias arriadas. Entregou um gol como se estivesse jogando Olimpiadas de Colégio mas botou uma bola bonita na cabeça do Roger no segundo gol e correu o tempo todo. Nota 6.

Charles Anjo45 – nitidamente se percebe crescer alguns fios de barba e alguns cabelos no peito desse guri. Precisa apertar mais a marcação, morder mais o calcanhar dos bruxo e deixar uma barba feia nessa carinha de anjo. Senão ninguem respeita. Vamo, guri! Nota 6.

Gabriel Dias – volante rápido, recompõe bem o meio e sai pro jogo com rapidez. Pode ser muito útil este ano. Tomou um boxe na orelha e foi ao solo tipo Maguila vs Hollyfield. Vai ficar zonzo uns quatro dias mas não dá nada. Nota 6.

Juan Alano – não basta ser promessa, tem que entrar e jogar bola, meu chapa. Ajuda se botar dois dedos numa tomada 220. Cresceu no segundo tempo, meteu uma no travessão e alguns bons passes mais próximos ao gol adversário – um deles o cruzamento pro Roger fazer o terceiro. Nota 7.

Garoto Marcinho – rápido, voluntarioso, bom driblador, apareceu bem pro jogo sendo sempre uma boa opção. Precisa perder a mania de se atirar, mas também precisa ter mais chances no Gauchão pra aprender a ter fome de gol. Quase fez o dele. Nota 7.

Nico Loko – começou o jogo comendo mais mosca que sapo em Imbé depois da chuva. Aos poucos foi melhorando e parecia que ia deslanchar. Mas daí bateu a fome e foi comer mosca de novo. Nota 5.

Roger – excelente contratação, aos poucos vai se soltando também nos jogos, já que nos treinos é destaque faz tempo. Jogador inteligente e solidário, sabe os atalhos. Dois gols de centroavante com sorte de goleador. Por pouco não pede música no Fantástico. Nota 9.

Edenilson – entrou porque sempre quer ter o nome citado nas Notas do Alambrado. Taí, meu chapa, você conseguiu! Em campo, fingiu que ia cobrar uma faltinha, deu umas corridinhas, um passe bacaninha e era isso. Nota 6.

Juan – entrou aos 30 do segundo e não foi visto em campo, o jogo já estava decidido e morno. Sem nota.

Garoto Ronald – direto das semifinais da Copinha SP pro Gauchão 2018. Entrou aos 34 do segundo e também não foi visto em campo. Sem nota.

HELLmann – mais uma vez, arrumou o time no intervalo e mostra que sabe das coisas. Mas te liga, HELLmann senão o teu inferno vai vir em forma de bola aérea. Dá um jeito nisso, professor. Vai por mim. Nota 7.

About author

Raul Krebs

Fotógrafo e colorado desde sempre. Traz pro Alambrado dois instrumentos essenciais: corneta e flauta.

No comments

Deixe uma resposta