Lá vem o Colorado Lotado.

1

Ainda não é primavera mas o clima ficou ameno pro nosso lado. A brisa que veio do sul, com a vitória de sábado em Pelotas, nos recolocou no G4 e somente a dois pontos do líder. Com quase um mês na casamata Colorada Guto Ferreira ainda não perdeu e, nos últimos jogos, nem sequer levou gols. Pare pra pensar: está na hora de observarmos o lado bom das coisas, nosso copo está meio cheio e não meio vazio.

O curto período em Viamão deve ajudar o time no entrosamento e a Comissão Técnica a decidir pontos importantes, que vão surgir pela frente: qual o meio de campo ideal do Inter? Qual será nossa zaga titular e quem serão os homens, ou O Homem, de frente? Questões importantes que formam a espinha dorsal do time: zaga, meio e frente. E que todo colorado quer ver resolvido logo.

Eu tenho o meu Inter ideal, com certeza você tem o seu. Vou logo passando a escalação: Danilo – Fabinho (sim, o improviso vem dando certo e ainda nos deixa com uma peça coringa em campo) – Klaus – Cuesta – Carlinhos/Uendel (minha dúvida) – Charles – Dourado – Edenilson – Dale – Diego – Potker. Sim, sim, deixei o meu querido Nico no banco. Outro ponto importante: essa sugestão, obviamente, é com todos os jogadores disponíveis.

O que está se desenhando logo ali na frente é o famoso “ problema bom “ para o treinador colorado resolver: o que fará quando o chileno voltar da seleção? Potker é titular absoluto, quem sai? Na minha opinião o ponto fraco no grupo colorado está na meia, nos armadores: Dale é o Gênio mas quais são as opções? Juan e Mossoró? Muito obrigado. Você acha que o Sasha cumpre esta função? E o Diego? Olhando aqui de fora, longe de Viamão, ainda tenho mais dúvidas do que certezas. Acredito que o importante, neste momento, seja o treinador ter condições para encontrar as melhores soluções possíveis.

Hoje a minha única convicção é que – um dia – ainda vamos nos lembrar deste período como os piores dias de nossas vidas coloradas. O negócio é passar lotado pela Série B. O mais rápido possível.

About author

Bonetti

Publicitário, estava no Beira Rio no gol iluminado em 75, contra o Vasco no Invicto de 79, no pênalti do Célio Silva em 92, na final contra o São Paulo em 2006 e contra o Chivas em 2010. Tinha que estar aqui também.

1 comment

  1. analista 28 junho, 2017 at 10:42 Responder

    O meu time: Danilo, Winck (Fabinho), Klauss e Cuesta, Uendel (Carlinhos); Charles (Edenilson), Dourado, Sasha (Edenilson-Gutierrez) e Dalessandro; Nico e Potker (Brenner). Nos parêntesis opções para segundo tempo ou para mudança de características de acordo com os jogos e adversários.

Deixe uma resposta