Um dia

2

Esta é pra você, querido pequeno torcedor, que está começando a ir ao estádio, a acompanhar futebol e a sofrer pelo seu time. Seja ele qual for.

Um dia, você vai se dar conta de que 90 minutos podem durar mais do que uma vida.

Um dia, você vai vibrar tanto com um gol que irá sentir-se tocando as nuvens naquele momento mágico que só o futebol pode oferecer.

Um dia, você vai ter dor de cabeça, crise de angústia, dor de estômago e suor frio. E tudo isso vai passar instantaneamente quando a vitória vier.

Um dia, você vai perder uma boa noite de sono, aflito com a situação do seu time na tabela.

Um dia, você vai chorar de raiva de um juiz mal intencionado como o Marcio Rezende de Freitas ou simplesmente incompetente como tantos que vemos por aí.

Um dia você vai rir. Um dia você vai chorar. Um dia você vai se sentir injustiçado.

Um dia, você vai sofrer na mão de uma entidade nojenta e mafiosa como a CBF. Sim, um dia isso vai acontecer. Mais cedo ou mais tarde.

E eu só espero que você torça para um clube que não se acadele, que lute contra isso, que enfrente estes canalhas e que vá até a última consequência pra mostrar o quão suja e desonesta é esta entidade.

Um dia, espero que você tenha tanto orgulho do seu clube como eu tenho do meu.

Quem sabe um dia o seu time, seja qual for, não precise passar por isso.

Porque um dia, um clube como o Inter, lutou contra todo este lixo.

Um dia, você vai me dar razão.

Hoje, todos ao Beira Rio, torcendo pelo Inter e comemorando mais um aniversário da nossa eterna casa.

 

Te dedico, Colorado!

 

About author

Soletti

Publicitário, gostaria de ter sido congelado na década de 90. Em 42 anos de vida, viveu dois momentos mágicos: o dia 17 de dezembro de 2006 e o choro convulsivo da filha de 5 anos quando foi ameaçada pelo Papai Noel de ganhar uma camiseta do Grêmio no Natal.

2 comments

  1. marcelo 6 Abril, 2017 at 17:20 Responder

    Um dos dias mais tristes de minha vida foi quando meu filho, então com oito anos, me perguntou logo depois daquele assalto a mão armada de 2005:
    – Pai, a gente é campeão ou não???
    Um dia esses caras vão pagar por esse dia

    PS. enquanto uns buscam por justiça, outros fazem reuniões com Eurico Miranda. Orgulho do meu time ter enfrenteado esses bostas aí!!!

Deixe uma resposta