Velha Várzea 1×1 Vila Nova

3

Papai não voltou porra nenhuma. A velha várzea é que voltou, minha gente!
Defesa mangolona, meio de campo frouxo, ataque de asma.
Dose. Pra mamute aguentar. Taqueospariu, hein?

Danilo – foi tão, mas tão, mas tão mangolão no gol do Vila Nova que eu pensei em dar nota zero. Pegou mangolite dos colegas de zaga. O troço é contagioso! A cada dia, a cada jogo, mais mangolão fica. Salvou o que seria o segundo gol duas vezes. Então vai levar nota 4.

Winck – Fez o gol. E não fez mais porra nenhuma certa. NENHUM cruzamente decente. Nota 5.

Ortiz – Parece sem confiança. Fica a dica: parece não, é verdade. Não é confiável nem pra ele mesmo. Nota 4.

Thales – Grandão, fortão, feiozão e… mangolão! Tomou um baile dos avantes do Vila Nova junto com seu coleguinha de peneira. Nota 4.

Uendel, a Pombinha Doente – Aos 20 do segundo tempo babava em campo. Errou TRES cruzamentos em sequencia, no final do jogo, quando a gente mais precisava só colocar a bola dentro da área UM POUCO LONGE DO GOLEIRO. Se com 50 anos de futebol ainda não entendeu isso, pode mandar passear. Não serve pro Inter. Repito: não serve pro Inter. De biquinho, nem sei como, salvou o segundo gol deles. Mas nem por isso vou relaxar na pressão. Não serve pro Inter. Nota 1.

Dourado Kaefer – Vendo Dourado jogar hoje, lembrei claramente, tipo pesadelo, como sofri vendo Ademir Kaefer de camisa 5 do Inter nos anos 90. Errou tanto, mas tanto, que parecia mesmo o velho naba da volância colorada. Só não vai pro banco porque não tem reserva. Mas tá merecendo. Nota 2.

Edenílson – Hoje, só amanhã. Talvez! Jogou picas nenhumas e ainda tentou um corta luz cagado aos 35 do segundo tempo. Não sabe o que fazer com a bola no pé e ainda tenta um corta luz. É dose. Conseguiu irritar até um monge. Nota 3.

Dale – Outro que jogou porra nenhuma hoje. Pelo menos mostra sempre alguma indignação. De bom, só o esporro histórico que deu no bandeira. Mais pelo folclore do ato mesmo, já que tomou o amarelo e vai ficar em casa, de chinelo, vendo o jogo, praticando o deboismo. Precisa jogar muito mais, mas na real nem sei que ainda consegue. Com uma parceria melhor, talvez. Nota 5.

Pottker – Quem? Hã? Ah, tá… Nota 2.

Damião – Jogou visivelmente descontado e, assim, não rende. Gordiola deveria saber. Não é jogador pra jogar sem estar 100%. Mas fez o que pode, como sempre, com vontade e amor à camiseta. Nota 5.

Sasha – Por favor, senhor Xaxa, pegar suas malinhas e voltar para o Planeta Xuxa. Sem mais, obrigado. Nota 1.

Camilo – entrou bem e tentou muito trocar passes, coisa rara no Internacional de hoje. Quase fez o dele. Por ter melhorado (um pouquinho) o jogo e ser parecido com o ídolo Valdomiro Vaz Franco, vai levar nota 6.

Nico – só pode ser prejudicado das ideias. Não há outra explicação possível. Vai um conselho: aproveita as férias em La Pedrera e fica por lá tomando teu mate e jogando pelada na beira da praia, gringo. Lá certamente tu é craque. Aqui, nunca será. Não com este futebolzinho de areia que tu vem jogando. Te liga! Nota 2.

Carlos – entrou pra correr de um lado pro outro sem encostar na bola. Mostra muita vontade e uma velocidade incrível, porque futebol não é com ele. Sugiro PS4. Ou 100m rasos. Ou qualquer coisa longe daqui. Nota 2.

Gordiola – Mantendo grande empenho pra dar razão a quem pedia a saída dele com 10 vitórias em 11 jogos. Não quis ser feliz, repete erros e mais erros e o time, a bem da verdade, não está jogando patavinas. No final do ano, ou até antes, pagaremos a recisão com um vale X-Banha + Baré Cola 2 litrão duas vezes por dia no X-Tudo ali na Farrapos (por 2 anos). Pode convidar a baiana malandra do Anderson pra se empanturrar junto contigo. Onde assino? Nota 3.

About author

Raul Krebs

Fotógrafo e colorado desde sempre. Traz pro Alambrado dois instrumentos essenciais: corneta e flauta.

3 comments

  1. EDI 11 novembro, 2017 at 19:53 Responder

    INTER 1 X VILA NOVA 1… 11/11/17

    TIMÉCO DE B..SEM VERGONHA NA CARA..SEM MORAL…SEM NADA…E AINDA QUEREM A MAIORIA PRA 2018??? AH VÃO CHUPAR PREGO ENFERRUJADO!

    “PAPAI VOLTOU ” ????

    PAPAI NUNCA DEVIA TER CAÍDO!!!

    MARKETING RIDÍCULO, que em nada ajudou e acrescentou!

    “PAPAI ” FOI CHINELEADO, SURRUPIADO, E ATÉ “FRAUDADO” ( desviado) ( conforme auditorias foram feitas esse ano) por “DIRIGENTES” canalhas , arrogantes , desgraçados de uma figa !

    JÁ ERA PRA TEREM VOLTADO. SEM PALHAÇADAS DESSE NAIPE. TRABALHANDO COM VONTADE, DETERMINAÇÃO E EM SILÊNCIO.

    ESQUEÇAM ESSA COISA DE VOLTAR EM 1º, nessa CHINELAGEM DESGRAÇADA DE SÉRIE B.
    VOLTA E ACABOU!

    Deixa esse tipo de coisa pra timécos BI-REBAIXADOS GIGÔLEADOS PELOS BAIANOS DA OAS ( Vila Farrapos) ! A historinha dessas gazelas é que faz isso..
    .
    NOSSA HISTÓRIA É MUNDIAL!!!

  2. Antonio Bernardes 12 novembro, 2017 at 05:16 Responder

    Se em algum momento os diretores ou alguém ligado a alta cúpula do Internacional passar os olhos por aqui, peço que levem ao presidente este meu apelo. O que aconteceu ontem em meio ao segundo tempo é de arrepiar, de fazer chorar. A torcida vendo seu time abobalhado, perdido, deficiente, medíocre e sem qualidade dentro de campo se levanta e começa a cantar Camisa Vermelha. O maior craque do Internacional não é o gringo velho e cansado da camisa 10. Não. É a torcida do Inter. Uma torcida que sabe que o pseudo treinador (arrogante por sinal) é fraco e medíocre; Uma torcida que sabe que a zaga não farda na várzea; Que o volante é limitado, que o segundo volante é – no máximo – esforçado ; Que os laterais não existem; E o ataque é pífio. Essa torcida, pacientemente assiste o time entrar em campo com 10 e releva a tal desculpa de que o Sacha (?) é o ‘homem da recomposição’. Pois essa torcida, que coloca 100 mil pessoas em três jogos dentro do Beira Rio, essa torcida ontem deu um show. Quando, na parte final do jogo, sentiu que o time tinha escorrido pelo ralo, levantou-se e – em uníssono – cantou a Camisa Vermelha. Era como se estivéssemos numa terreira cantando um ponto, para ver se naquelas criaturas medíocres e desqualificadas, ‘baixasse’ um espírito de jogador de futebol. Não deu certo, porque os ‘médiuns’ são muito, mas muito ruins. Mas ficou registrado na história mais uma demostração de força, de garra, de grandeza e de amor ao Clube por parte dessa maravilhosa torcida.

    Está na hora dos atuais diretores do Internacional calçarem as sandálias da humildade e lembrar das palavras de Frederico Arnaldo Balvé: “Craque a gente trata com carinho”. Hoje, o único craque no Beira Rio está na arquibancada e merece ser tratado com mais respeito e mais carinho. O Inter, enquanto instituição, e seu maior patrimônio – sua torcida – não merecem esse arremedo de grupo que vocês chamam de jogadores. O velho cansado da camisa 10, que pare de dar faniquito nos finais de jogo, pois o craque desse Inter não é um meia armador cansado e envelhecido. O único craque desse time na atualidade é sua torcida, que é capaz, mesmo vendo um arremedo de time em campo, de se levantar, encher os pulmões e cantar Camisa Vermelha. Esse sim é o verdadeiro e único craque do Inter. E esse craque merece respeito, carinho e consideração.

  3. Dorian R. Bueno 13 novembro, 2017 at 10:02 Responder

    FAXINA NO ROUPEIRO DE UM TORCEDOR COLORADO!!!

    Sábado depois daquele humilhante empate do Internacional 1×1 Vila Nova dentro do Beira-Rio, que mais uma vez adiou a confirmação do nosso acesso para Série A, precisei tomar algumas atitudes para o meu coração ficar mais feliz.
    Sempre que possível procuro movimentar as coisas e renovar o que está ocupando espaço dentro do meu roupeiro e liberar espaço do que está em desuso para mim, mas não para os outros.
    Liberei algumas camisas de vários tipos que deixei de usar para que o caminhão do lixo seco possa levar para quem esteja precisando mais do que eu.
    Junto destas camisetas que já estavam ultrapassadas porque engordei um pouquinho, inclui mais três do maltrapilho do Sport Clube Internacional.
    Acredito que precisamos liberar o velho para entrar o novo, mas no caso do Colorado foi vergonha mesmo.
    Nunca gostei de usar na rua camisas com propagandas expostas mesmo do time que torço, até mesmo porque não recebo direito de imagem dos patrocinadores ainda mais passando vergonha na Série B.
    Agora vou ter um pouco mais de espaço para colocar dentro do roupeiro, algumas camisas novas com mais credibilidade, e desfilar mais bonito em 2018.

    Abs. Dorian Bueno, Google+Plus, POA, 13.11.2017

Deixe uma resposta